A lembrança mais vívida de Seong-Hyun “Jjonak” Bang da sua primeira vez no palco da Blizzard Arena Los Angeles não é a adrenalina, o nervosismo ou o primeiro golpe final, nem nada relacionado ao confronto. O que ele lembra é de sentir a empolgação que vinha do público, viajando pelo chão até o seu próprio corpo.

“Dava para sentir a reverberação no piso”, disse ele.

Aquela quinta-feira, 11 de janeiro, não foi um dia de muita fanfarra, já que Jjonak não era um dos jogadores mais badalados no início da temporada inaugural, pelo menos não entre o grande público. Tal honra pertencia aos seus colegas de equipe da New York Excelsior e outros jogadores profissionais de longa data com uma base de fãs já estabelecida, incluindo seu ídolo, o suporte da Seoul Dynasty Je-Hong “Ryujehong” Ryu.

Mas isso mudou, e em pouco tempo.

Logo Jjonak estava chacoalhando as coisas, atiçando o público com cada orbe que atingia a cabeça de um oponente, cada Tracer adversária esmagada na retaguarda e cada manobra e tiro longo agressivos. E na noite de quarta-feira, o primeiro dia dos playoffs, Jjonak sentiu as reverberações de novo quando subiu no palco diante de uma casa lotada e aceitou o troféu de Jogador Mais Valioso da Liga Overwatch.

Urna de votação


Além dos votos dos fãs pela T-Mobile, um grupo de treinadores, apresentadores e figuras da mídia escolheu três candidatos. Cada voto valia um número de pontos: três para o primeiro colocado, dois para o segundo e um para o terceiro. Foi assim que os votos ficaram:

Jjonak: 31-13-5 (124 pontos)
Fissure: 6-15-11 (59 pontos)
Carpe: 6-7-6 (38 pontos)

Lista completa de votos (PDF)

Havia candidatos dignos do posto de MVP, como Chan-Hyung “Fissure” Baek, o pivô da ascensão da LA Gladiators na segunda metade do torneio, e algumas estrelas de DPS com chances legítimas de levar o título. Mas ninguém teve a solidez e as apresentações de encher os olhos de Jjonak durante toda a temporada regular e ninguém redefiniu a própria função como ele, obtendo números com Zenyatta que tornam a designação de "curandeiro" quase absurda.

Em termos de ofensiva pura, os 6.942 pontos de dano de Jjonak a cada 10 minutos ficaram 22,8% acima da média da liga com Zenyatta, enquanto seus 5,08 golpes finais a cada 10 minutos superaram os dos oponentes em 36,6%. Sua participação em golpes finais também ficou acima do normal: ele contribuiu com 21,5% do dano nas eliminações, acima da média de 17,4% da liga. Como o comentarista Mitch “Uber” Leslie mencionou uma vez em uma transmissão, “ele está demonstrando o verdadeiro potencial do Zenyatta, e é bem assustador”.

Jjonak disse que achava que o prêmio de MVP iria para um jogador de DPS em vez de um suporte, mas não é incomum vê-lo causar mais dano do que DPS, graças à sua habilidade de mirar Saraivadas de Orbes com precisão mortal. Embora outros jogadores tenham estudado e imitado essa característica durante a temporada e alguns tenham conseguido imitar esse estilo, os instintos e a compreensão do jogo de Jjonak o mantiveram acima dos demais Zenyattas agressivos.

Não há uma explicação realmente esclarecedora para o que torna Jjonak tão bom; assim como a grande maioria dos melhores jogadores do mundo, trata-se de uma mistura de talento inato, confiança, incontáveis horas de treino e uma paixão pelo jogo que o impulsiona.

“O tempo que ele passa jogando Overwatch é inacreditável”, afirmou Andrew Kim, o gerente de jogadores da NYXL. “Por exemplo, após a Final da 3ª Fase, quando jogamos duas séries de melhor de cinco seguidas, além de todos os eventos de mídia, ele ainda chegava em casa e jogava Overwatch por mais oito horas. As pessoas perguntavam se ele não estava cansado, se não queria descansar, e ele respondia: ‘Jogar Overwatch é descanso pra mim’. Na minha cabeça, é isso que sempre vai definir Jjonak.”

O outro componente do sucesso individual de Jjonak foi a capacidade da NYXL de centrar o principal estilo de jogo da equipe na habilidade dele comZenyatta, protegendo-o com Mercy e D.Va. (e funciona: ele é o segundo Zenyatta com menos mortes, com apenas 4,88 a cada 10 minutos). Hyeon-Sang “Pavane” Yoo, técnico da NYXL, explicou que a estratégia evoluiu naturalmente, já que “era bem óbvio que ele estava matando todo mundo”.

Isso também era evidente mesmo nos primeiros dias de Jjonak no servidor coreano, onde ele conquistou sua reputação antes de assinar com a LuxuryWatch Blue, uma das organizações mais tradicionais da Coreia. Nem é preciso dizer que as expectativas internas eram altas.

“No momento [em que o contratamos], ele era bem famoso no ranqueado”, explicou Jong-Ryeol “Saebyeolbe” Park, o capitão da equipe. “Ele ficava bastante na primeira posição, e diziam que a Ana dele era melhor que a de Ryujehong. Então, quando ele chegou, achamos que tínhamos o melhor curandeiro do mundo.”

Jjonak nunca chegou a mostrar seu valor no torneio APEX, já que a LW Blue foi comprada no início da 4ª Temporada e saiu da competição. Assim, sua estreia profissional foi adiada para o início da Liga Overwatch, pois faz aniversário no fim de dezembro.

“Jogadores inexperientes tendem a ficar nervosos, então eu me preocupei um pouquinho [com ele]”, admitiu Pavane. “No entanto, o que aconteceu foi o contrário: nossos oponentes começaram a ficar com medo de enfrentá-lo! Eu acreditava que ele poderia ser a nossa carta na manga na primeira temporada, e achava que ninguém jogaria melhor naquela posição.”

Após seis meses de carreira profissional, Jjonak tinha superado não apenas suas próprias expectativas e as dos seus colegas e treinadores, como também os parâmetros definidos pelos jogadores que o precederam, e o título de MVP valida isso. Jjonak, não Ryujehong nem mais ninguém, é agora o rei dos orbes, o jogador que todos precisam alcançar. E, ao contrário do que ocorreu em janeiro, o nome dele é o bastante para gerar aplausos estrondosos, que fazem o local balançar de tanta expectativa.

Jjonak e a Excelsior enfrentarão a vencedora das quartas com a pior classificação geral no dia 18 de julho, às 23h (Brasília), e ainda há ingressos disponíveis! Os playoffs serão transmitidos ao vivo na Twitch, em OverwatchLeague.com, no aplicativo da Liga Overwatch, em MLG.com e no aplicativo da MLG.

M-V-P M-V-P M-V-P Parabéns para @JJoNakLove pelo prêmio de Jogador Mais Valioso da #OverwatchLeague #MVP #OWL2018 pic.twitter.com/MK0Rd1DJ3v

- NYXL (@NYXL) 12 de julho de 2018