Quebrar uma sequência de derrotas nunca é fácil. Até os competidores mais experientes podem ter dificuldades para se recuperar quando as coisas estão feias e eles não conseguem achar uma vitória.

É um obstáculo particularmente difícil de superar para uma equipe nova com um elenco internacional, além de alguns dos jogadores mais jovens da liga. A Guangzhou Charge entrou na 3ª Semana da 2ª Fase prestes a bater o recorde de maior sequência de derrotas em mapas. A equipe escapou por um triz ao vencer dois mapas contra a Hangzhou Spark e depois achou sua primeira vitória da fase na mesma semana, em uma série cansativa contra a Atlanta Reign.

Para o capitão Jeong-Yeon "Chara" Kim, a vitória trouxe alívio, e conseguir se recuperar de uma sequência de derrotas tão avassaladora foi um sinal do crescimento e da frieza da equipe.

"Os jogadores e treinadores sofreram bastante [durante a sequência de derrotas], mas sempre fizemos reuniões e discussões para compartilhar dúvidas, problemas e soluções", disse ele. "Sempre falamos que nunca íamos desistir. Foi assim que nos animamos, e foi assim que conseguimos superar a sequência de derrotas."

Com apenas 20 anos, Chara é um dos jogadores mais velhos do elenco da Charge, que tem uma média de idade de 18. Isso o tornou o líder de facto para os outros jogadores, especialmente os coreanos, que ele chama de "irmãos mais novos".

Ele é modesto ao comentar suas contribuições, atribuindo a postura da equipe ao respeito mútuo que os jogadores desenvolveram.

"Eu sou o capitão, mas não faço tanta coisa assim: é só que, como sou mais velho, os outros jogadores me ouvem mais", comentou. "Liderar nossa equipe não é tão difícil assim. O mais importante é que os jogadores ajudam e respeitam uns aos outros."

Liderar um elenco novo cheio de jogadores jovens que falam idiomas diferentes traz desafios únicos, mas Chara tem experiência profissional suficiente para aproveitar. Ele começou a carreira no início de 2017 na equipe coreana Meta Bellum e liderou o grupo em duas temporadas de classificatórias para a OGN APEX, o torneio de Overwatch mais importante da Coreia na época. No fim, o time conseguiu se classificar para a 4ª Temporada da APEX, mas não conseguiu passar da fase de grupos e foi rebaixado.

Apesar do resultado abaixo do ideal na APEX, a Meta Bellum conseguiu se reerguer e garantir participações consecutivas nas semifinais da 1ª e da 2ª Temporada do Contenders Coreia sob a orientação firme de Chara. Ele jogou na Meta Bellum como capitão e responsável pelas decisões por quase dois anos antes de assinar com a Guangzhou Charge junto com os colegas de equipe Jeong-Woo "Happy" Lee, Seung-Pyo "Rio" Oh e Won-Jae "Rise" Lee.

A experiência de Chara como líder o preparou bem para a função de capitão que assumiu na Charge, mas ele ainda está trabalhando duro para superar a barreira do idioma, um dos maiores problemas do time.

"Somos uma equipe internacional com falantes de chinês, inglês e coreano", explicou. "Nesse momento temos que falar inglês, então ando estudando e aprendendo muito mais."

A sequência de derrotas pode ter sido difícil para a Charge, especialmente depois de quase chegar aos playoffs da 1ª Fase, mas Chara sabe que a competição é uma maratona, não uma corrida rápida. Sua mira está focada no desenvolvimento em longo prazo de uma equipe bem-sucedida, começando do básico, em vez de buscar atalhos.

"Claro que é importante conseguir bons resultados e fazer boas apresentações nas partidas, mas o mais importante para nós é desenvolver os fundamentos e o ambiente da equipe, assim como aprimorar a comunicação", afirmou. "É por esse motivo que temos que nos concentrar mais nisso, para podermos ter um desempenho melhor depois."

Mas nem tudo é trabalho para Chara: por exemplo, fazer parte da Liga Overwatch deu a ele a chance de viver em um país diferente, oportunidade que ele recebeu de braços abertos.

"Eu gosto de viajar e visitar outros lugares, e agora que estou na Liga Overwatch, estou me adaptando muito bem e me divertindo bastante", disse ele.

Não será nesta fase que a Guangzhou vai disputar os playoffs pela segunda vez, mas, para Chara, esse intervalo mais longo pode ser uma bênção. Antes de a temporada começar, ele comentou no Twitter sobre sua vontade de fazer novas amizades. Infelizmente, a localização da equipe e a agenda apertada dificultou a busca por novos amigos.

"Eu queria fazer novos amigos, e eu tentei, mas, onde a gente mora, praticamente só tem os vizinhos, então não podemos sair e curtir a cidade", disse Chara timidamente. "Ainda estou esperando as férias ou um intervalo para fazer novos amigos."

Ele fez questão de especificar que tipos de amigos está buscando. "Quero dizer amigos que não estejam na Liga Overwatch e não sejam jogadores profissionais. Amigos normais!"

Com a pressão psicológica da sequência de derrotas longe dos ombros e um intervalo bem-vindo no horizonte, Chara quer aproveitar ao máximo a oportunidade que recebeu e está preparado para levar a Charge ainda mais longe na segunda metade da temporada.

"Nesse momento da liga, muitos jogadores de suporte das principais equipes são bem conhecidos, e eu quero ser um deles", disse. "Quero que as pessoas lembrem de mim quando pensarem em suportes principais."